A China sempre se caracterizou, ao longo da história, por seu perfil fechado para as civilizações ocidentais, muitas vezes sendo símbolo de destino longe e exótico. Com o recente desenvolvimento econômico da China e sua participação em praticamente todos os mercados do mundo, seus costumes têm se disseminado também para o Ocidente. O Dia dos Solteiros (11/11) é uma dessas comemorações que já podem ser encontradas em diversos países do mundo, apesar de ter origem chinesa.

 

O Dia dos Solteiros

A data foi escolhida devido à quantidade de números um (quatro ao total), que simbolizam uma pessoa sozinha. As comemorações deste dia, por outro lado, são um pouco diferente do que imaginamos à primeira vista. É conhecido como um festival de entretenimento para celebrar o orgulho em se estar solteiro. A maioria dos chineses, não só os solteiros, aproveitam os super descontos promovidos pelas lojas. Os chineses têm como hábito ir fazer compras por diversão, principalmente os mais jovens que moram em grandes cidades, tornando essa data bem recebida entre eles.

Pedidos a serem entregues no Dia dos Solteiros na China.

Empresas de comércio têm lucros altíssimos nesta data, como se fosse a “Black Friday” chinesa. O grupo Alibaba, que promove super descontos neste dia desde 2009 e foi responsável pela popularização desse feriado de compras, chegou a lucrar impressionantes US$ 1 bilhão em 68 segundos. No ano passado, essa quantia foi alcançada em 85 segundos. Hoje é considerado o maior evento de compras online do mundo.

Segundo o South China Morning Post, o grupo Alibaba bateu recordes de vendas em 2019.

No Ocidente

Só no Brasil foram mais de 300.000 pedidos por plataformas de sites chineses que anunciavam promoções e descontos incríveis. O site AliExpress é hoje a terceira plataforma mais usada pelos brasileiros em suas compras internacionais, sendo mais utilizada que a Amazon (grande líder mundial). As Lojas Americanas lideraram o mercado brasileiro e divulgaram sua promoção do 11/11 em diversas plataformas de mídia.

Os americanos em geral já estavam acostumados às promoções do final de novembro, durante a chamada Black Friday, mas agora aderem também hábitos de consumo dos chineses. O resultado final é um mês de novembro com diversos descontos e promoções, principalmente nas vendas por e-commerce, que vão desde esquentas para a Black Friday à celebrações do 11/11.

 

Por Mariana Madrigali

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *