Com  o surgimento do vírus Covid-19, questões sobre saúde foram levantadas em todo o mundo. Manter o sistema imunológico em dia é uma das formas mais eficazes de não adoecer, cuidando da defesa corporal. A Medicina Tradicional Chinesa entendeu isso e incorporou este conceito à práticas diversas ao longo de sua histórica. Conheça uma nova perspectiva sobre a saúde corporal!

Diferentes medicinas

Enquanto a medicina ocidental se voltava para avanços científicos, novas substâncias e tecnologias, a MTC (Medicina Tradicional Chinesa) manteve-se à práticas milenares, como a acupuntura. Hoje, os chineses são conhecidos por sua longevidade e qualidade de vida, pela prática de esportes e também pela alimentação saudável.

A manutenção das práticas tradicionais de MTC são vistas com bons olhos pelos chineses mais jovens, que valorizam profundamente sua herança cultural. Valorizar práticas milenares, como a caligrafia e a acupuntura, em tempos modernos, é característica do atual governante chinês, o presidente Xi Jinping. As praças, quadras e outros ambientes públicos na China costumam ser locais de grande movimentação de pessoas realizando atividades físicas.

O maior diferencial aqui seria a visão oriental do corpo como um todo, uma visão holística, por assim dizer. Técnicas como a acupuntura podem ajudar o paciente até em certos estados emocionais. A prática pode atuar em neurotransmissores que auxiliam na melhora da imunidade.

Alimentação

A alimentação chinesa é muito conectada à MTC. Ingredientes como o gengibre e a pimenta são apreciados por seu sabor e também benefícios para a saúde. O consumo de legumes é hábito em todo o país, com receitas maravilhosas e pouco conhecidas. A maioria dos ocidentais apenas tem contato com a gastronomia chinesa em redes de fast food e se surpreende bastante quando conhece a autêntica cozinha chinesa. As carnes são sempre bem-vindas, quase sempre acompanhadas por mais de uma preparação de legumes. Ao contrário de alguns países vizinhos, os chineses consomem a carne suína e bovina.

Atividade física

A prática do tai chi chuan e do ping-pong, por exemplo, é parte do cotidiano de chineses espalhados por todo o território chinês. Os chineses (e orientais em geral) têm uma visão diferente do que seria uma atividade física. Enquanto nós estamos acostumados com atividades rápidas e agressivas, as práticas vindas do Oriente (como o yoga) são lentas e harmônicas, feitas para equilibrar o corpo e a mente. As artes marciais podem ser exemplos deste tipo de exercício. O kung fu por sua vez é mais uma filosofia do que uma luta por si. É comum encontrar chineses, principalmente da terceira idade, fazendo exercícios dos mais diversos tipos (inclusive dançando) em locais públicos apropriados.

Chás

O chá é traço importante da cultura chinesa e de sua medicina tradicional. A cerimônia de chá tradicional chinesa envolve todo um ritual para a bebida. Os chás chineses, normalmente classificados por cores (branco, verde, vermelho, etc.) são amplamente utilizados na manutenção da saúde e também atuando como remédio ou terapia para sintomas como pressão sanguínea e até mesmo insônia.

 

 

Por Mariana Madrigali

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *