Como você deve saber, leitor do blog, o ano novo chinês é uma das datas mais festivas no dragão asiático. Sendo assim, o presidente Xi Jinping mantém o costume de fazer sempre um discurso de ano novo. Então confira, na íntegra, o discurso de ano novo de 2019 proferido por Xi. É fundamental estar a par dos anúncios feitos pelo presidente para ter noções da agenda da República Popular da China tanto em relação à política interna do país quanto à externa.

Xi Jinping discursa para o mundo sobre 2019.

Discurso de Ano Novo para 2019 em vídeo

Mantendo a tradição anual, a CGTN (China Global Television Network), que é o canal internacional de notícias da China, publicou o discurso de ano novo proferido por Xi Jinping para a China e para o mundo, em que ele anuncia as expectativas chinesas para o ano de 2019. Boa parte do discurso está em consonância com o que foi dito na reunião que o presidente realizou com o Partido Comunista da China na véspera do ano novo.

Confira o discurso de ano novo em vídeo (com legendas em inglês):

Discurso de Ano Novo para 2019 em escrito

Abaixo você pode ler o conteúdo do vídeo do discurso de ano novo traduzido em português:

Caramadas, amigos, senhoras e senhores:

“O tempo não para por ninguém, e as estações mudam constantemente.” Com 2019 à porta, gostaria de apresentar aqui em Beijing votos de felicidade a todos vocês.

2018 foi um ano pelo que passamos com determinação e muitas realizações. Neste ano, ao superar diversos riscos e desafios, nós promovemos o desenvolvimento econômico de alta qualidade, aceleramos a substituição das forças motrizes velhas pelas novas, e mantivemos a operação econômica numa faixa razoável. Nós dedicamos esforços na luta em defesa do céu azul, da água limpa e da terra despoluída, aceleramos o desenvolvimento de diversos programas relacionados ao bem-estar da população e elevamos constantemente o seu padrão de vida. Ainda foram implementadas de forma estável as estratégias nacionais, como o desenvolvimento coordenado da região BeijingTianjinHebei, o desenvolvimento do Cinturão Econômico do Rio Yangtzé e a construção da Área da Grande Baía Guangdong-Hong Kong-Macau. Durante as viagens de inspeção pelo país, tenho visto com muita alegria as duas margens arborizadas do rio Yangtzé, um mar de arroz no terreno experimental Dadihao de 1.100 hectares em Jiansanjiang, o vigoroso porto de Qianhai em Shenzhen e o dinâmico parque da alta tecnologia de Zhangjiang em Shanghai, bem como a grande ponte que liga Hong Kong, Zhuhai e Macau. Todas essas realizações resultaram dos esforços e suores do povo chinês de todas as etnias que são empreendedores da nova era.

Neste ano, a China continua mudando sua fisionomia por meio de esforços com o “Fabricado pela China”, “Criado pela China” e “Construído pela China”. A sonda lunar Chang’e-4 foi lançada com sucesso; o segundo porta-aviões partiu para a navegação experimental; a aeronave anfíbia desenvolvida pelo próprio país estreou no mar; e o sistema de navegação por satélite Beidou marcou passos sólidos rumo à rede global. Queria aproveitar essa ocasião para expressar saudações a todos os cientistas, engenheiros, mestres nacionais, construtores e participantes que contribuíram para esses êxitos.

Neste ano, temos obtido êxitos notáveis no combate à pobreza. Em todo o país, outros 125 distritos e dez milhões de habitantes rurais carentes saíram da pobreza. O país diminuiu o preço de 17 medicamentos contra o câncer e os incluiu na lista do seguro médico, também conseguiu avanços em resolver a questão de empobrecimento pela doença. Tenho a preocupação com os camaradas que trabalham na linha de frente da luta contra a pobreza. Mais de 2,8 milhões de primeiros secretários partidários e quadros acreditados em aldeias pobres trabalharam com muita dedicação. Desejo-lhes boa saúde.

Tenho sempre na minha mente as pessoas em dificuldade. Na aldeia de Sanhe em Liangshan da província de Sichuan, visitei as duas famílias da etnia Yi. Na aldeia de Sanjianxi em Ji’nan da província de Shandong, sentei-me junto com a família de Zhao Shunli para uma conversa sobre sua cotidiana. Na comunidade residencial Donghuayuan em Fushun da província de Liaoning, fui à casa de Chen Yufang para conhecer a situação dela após a relocação livre da área de risco. Na aldeia de Lianzhang em Qingyuan da província de Guangdong, conversei com Lu Yihe sobre medidas da saída da pobreza. Posso recordar vividamente seus rostos sinceros e simples. Pela ocasião do Ano Novo, desejo aos habitantes rurais uma vida cada dia melhor e próspera.

Neste ano, celebramos solenemente o 40º aniversário da reforma e abertura, realizamos a reforma sistemática, abrangente e reconstrutiva dos órgãos tanto do Partido como do Estado, adotamos mais de 100 medidas importantes de reforma, organizamos a primeira Exposição Internacional de Importação da China, e iniciamos a construção da zona piloto de livre comércio em Hainan. O mundo testemunha a aceleração chinesa da reforma e abertura, também a determinação do país para levar ao fim esta estratégia. Os nossos passos de reforma jamais vão parar, enquanto a nossa porta se abrirá cada vez mais.

Tenho notado que neste ano, a maioria do primeiro grupo de universitários após a recuperação do vestibular nacional em 1977 já se aposentou, enquanto um grande número de jovens nascidos após 2000 entraram em universidades. Mais de 100 milhões de pessoas do meio rural estão se tornando gradualmente residentes permanentes urbanos; 13 milhões de pessoas encontraram o emprego na cidade; e começou a construção de 5,8 milhões de unidades habitacionais para resolver a questão de casas degradadas, para que novos residentes urbanos possam ter moradias adequadas. Muitos habitantes de Hong Kong, Macau e Taiwan receberam a permissão de residência na parte continental. Hong Kong se integrou na rede nacional da ferrovia de alta velocidade. A China, cuja população em circulação, está cheia de dinâmica para o desenvolvimento e a prosperidade. Nós estamos correndo a toda velocidade em busca do nosso sonho.

Neste momento, gostaria de mencionar alguns nomes que brilham como luz guia, incluindo Nan Rendong, com o nome de quem foi batizado um asteroide; Lin Junde e Zhang Chao, que foram acrescentados à lista de nomes de soldados exemplares do Exército Popular de Libertação; Wang Jicai, quem servia em uma ilha fronteiriça por 32 anos; Huang Qun, Song Yuecai e Jiang Kaibin, que sacrificaram a vida para proteger uma plataforma experimental, bem como outros heróis que se sacrificaram pelo país e pelo povo. Todos eles são as pessoas mais amadas na nova era, e nós devemos lembrá-los para sempre e aprender com eles.

Neste ano, a China recebeu muitos amigos, tanto velhos quanto novos. Sediamos várias atividades diplomáticas, como a Conferência Anual do Fórum de Boao para a Ásia, a Cúpula da Organização de Cooperação de Shanghai em Qingdao e a Cúpula do Fórum de Cooperação China-África em Beijing, nas quais apresentamos as propostas chinesas e emitimos a voz chinesa. Eu e meus colegas visitamos cinco continentes, participamos de diversas atividades diplomáticas de grande importância, e trocamos opiniões amplamente com líderes de diversos países, consolidando, assim, a amizade, aumentando a confiança mútua e ampliando o nosso círculo de amigos.

Em 2019, vamos celebrar solenemente o 70º aniversário da fundação da República Popular da China. O nosso país tem trilhado um caminho espinhoso e experimentado tempestades durante o percurso de 70 anos. O povo é o fundamento sólido da república, também a maior fonte de convicção da nossa governança. Ao longo dos anos, apoiando-se nos próprios esforços e trabalhando de forma árdua, o povo chinês criou um milagre chinês admirado pelo mundo. Olhando para o futuro, apesar de dificuldades e desafios a serem enfrentados no caminho a frente, devemos apoiar-nos no povo, persistir nos próprios esforços e no trabalho árduo e manter a convicção sólida como rocha, a dinâmica de lutar contra o tempo e a perseverança inabalável, a fim de levar adiante a grande causa sem precedentes com passos firmes.

Em 2019, haverá tanto oportunidades quanto desafios que nos exigem o trabalho de mãos dadas e de maiores esforços. As políticas de redução de impostos e tarifas devem ser aplicadas de forma eficaz para aliviar a carga de empresas. Temos de respeitar sinceramente os talentos de todas as áreas para inspirar sua dinâmica de inovação e criação. É necessário escutar opiniões dos quadros de base para dar o entusiasmo pelas realizações àqueles que ousem assumir a responsabilidade e fazer novas conquistas. Devemos manter-nos concentrados e esforçar-nos para concluir como o previsto a tarefa de retirar mais de 10 milhões de habitantes rurais da pobreza. Temos de cuidar dos militares já aposentados, pois eles têm dado a grande contribuição ao país. Ainda neste momento, entregadores, limpadores de rua, taxistas e milhares de outras pessoas permanecem trabalhando com diligência. Agradecemos aos trabalhadores como eles que contribuem para a criação e defesa da nossa bela sociedade. O trabalho deles merece a nossa apreciação.

Olhando para o mundo em geral, estamos encarando um período de grande transformação raramente visto no centenário. Independentemente de mudanças no cenário internacional, a China não alterará sua convicção e determinação em defender a soberania e segurança nacionais, bem como sua sinceridade e vontade em salvaguardar a paz mundial e impulsionar o desenvolvimento comum. Nós continuaremos a promover a implementação da iniciativa “Cinturão e Rota”, e impulsionar a formação de uma comunidade de futuro compartilhado para a humanidade, nos empenhando em construir um mundo mais próspero e belo.

Ao tocar o sino de Ano Novo, vamos abraçar o ano de 2019 com toda a confiança e expectativa.

Melhores votos à China e melhores votos ao mundo.

Obrigado a todos!

O discurso de ano novo para 2019 diz respeito principalmente à prosperidade chinesa.

Pode-se perceber um contínuo progresso quanto ao aumento da riqueza chinesa e no desenvolvimento do país observar-se as promessas feitas por Xi para 2018 em seu discurso de ano novo. Desse modo, é perceptível uma certa verossimilhança em seus discursos em relação à prática da política nacional. Devemos reconhecer que o discurso de ano novo reflete muito bem a retórica política chinesa.

As metas atuais envolvendo crescimento econômico sustentável, preocupações diante do meio ambiente, desenvolvimento humano, avanço tecnológico e unidade nacional (dizendo respeito às Regiões Administrativas Especiais e a Taiwan), podem levar a um ano agitado por um lado, mas, por outro, bastante próspero. Vamos torcer pela prosperidade e pela harmonia.

O Sonho Chinês está cada vez mais próximo de sua realização. Boa sorte para os chineses!

Gostou do discurso de Ano Novo para 2019? Está interessado em visitar o gigante asiático neste ano de 2019, que promete intensa prosperidade e desenvolvimento? Aproveite! Com a China Vistos você pode. Entre em contato conosco e obtenha logo seu visto.

Por Rafael Queiroz Alves

Fontes: CGTN, Xinhua, Youtube, People’s Daily em Português

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *