Na anciã cultura chinesa, grande parte da sabedoria foi passada ao longo dos anos através de provérbios escritos por antigos pensadores.  A China atual permanece valorizando seus antigos ensinamentos passados através de provérbios. Alguns deles são apenas provérbios, enquanto outros são derivados de alguma lenda local.

Além disso, estes e tornaram famosos em todo o mundo desde a antiguidade, quando o principal meio de comunicação era a fala. A maioria dos Chengyu (provérbios, em mandarim) é milenar. Estes têm como característica principal a transmissão didática da mensagem e a elegância erudita, possuindo um caráter poético que simboliza a realidade.

Por que conhecer os provérbios chineses?

Para os estudantes da cultura chinesa, estudar os provérbios e ensinamentos antigos podem ser uma boa fonte de informação sobre os valores éticos dos chineses. Os provérbios demonstram comportamentos do dia-a-dia e também os elementos valorizados pela cultura.

Para o público geral, além de se familiarizar com a cultura chinesa, os chineses transmite grande sabedoria atemporal através dos provérbios.

1. Grandes almas têm vontades, o fraco tem apenas desejos. 

Este ditado tem o autor desconhecido, como a maioria deles. Aqui é possível notar o profundo espírito de carifício e apreciação pela vontade, ambas características presentes no pensamento chinês.

2. Aquele que deslocou a montanha é o que começou a remover as pequenas pedras.

Mais uma demonstração da valorização do esforço pessoal e também sobre perseverança e à paciência. Diversos provérbios chineses utilizam a montanha como metáfora.

3. A melhor porta fechada é aquela que pode ser deixada aberta.

Aqui fica clara a importância da confiança.  Pode-se entender a porta como algo guardado, que evita uma passagem. Porém, a segurança daquele segredo não deve depender desta barreira, e sim na vontade própria.

4. Em água pura demais não há peixes.

Outro elemento natural muito frequente nos provérbios chineses é a água. Este provérbio aborda a pureza como algo não 100% bom e ainda aborda a falta de humanidade na perfeição.

5. Não tenha medo de ser lento, tema apenas ser detido.

O ritmo de vida é questão frequentemente abordada na cultura oriental, onde a pressa é vista como um defeito, ao contrário do pensamento ocidental.

6. Não há que ser forte, há que ser flexível.

A flexibilidade é característica muito apreciada na cultura chinesa, pois indica adaptação e resolução.

7. Se houver um general forte, não haverá soldados fracos.

Aqui fica bem clara a intuição militar sempre presente na história chinesa e também o senso de hierarquia, muito respeitado até os dias de hoje na China.

8. Todas as flores do futuro estão nas sementes de hoje. 

É tradicional da cultura chinesa valorizar muito a herança, o percurso e o coletivo.

9. Se você não mudar de direção, terminará exatamente onde partiu.

Mais um provérbio que valoriza a flexibilidade na evolução pessoal.

10. A palavra é prata, o silêncio é ouro.

A valorização do silêncio, do respeito e do aprendizado está presente em diversas culturas asiáticas.

11. Quem abre o coração à ambição, fecha-o à tranquilidade.

12. Se quiser derrubar uma árvore na metade do tempo, passe o dobro de tempo amolando o machado. 

13. Lembre-se de cavar o poço bem antes de sentir sede. 

14. A língua resiste porque é mole os dentes cedem porque são duros.

15. Procure acender uma vela em vez de amaldiçoar a escuridão.

16. A persistência realiza o impossível.

17. A preocupação nunca venceu o destino.

18. Se não queres que ninguém saiba, não faça.

19. A sorte se apresenta sobre muitos disfarces.

20. Até as torres mais altas começam do chão. 

 

Por Mariana Madrigali

Fonte: A Mente Maravilhosa, China Highlights

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *