1. Caligrafia chinesa

A escrita do mandarim, que utiliza caracteres e não letras (como estamos acostumados), é considerada um tipo de arte a ser estudada. Nos últimos anos a China tem resgatado essas tradições milenares incluindo-as nas grades de suas imensas (e concorridas) faculdades.

  1. Confucionismo

O Confucionismo (doutrina criada pelo grande pensador Confúcio) influi em todos aspectos das vidas dos chineses, desde a alimentação até a maneira de se estudar para a faculdade. O Confucionismo é tão complexo para os ocidentais que esse vai ser tema para um outro artigo aqui do blog.

  1. Ping-pong

O esporte é como se fosse o futebol para os brasileiros e conquista crianças, jovens e idosos. É considerado o esporte nacional e, na China, é possível encontrar chineses praticando-o em diversos ambientes (praças, faculdades, grandes quadras, etc).

  1. Kung-fu

Essa arte marcial data dos períodos mais antigos da sociedade chinesa (antes de Cristo) e era usada para caça ou defesa pessoal. O kung fu vai para além de uma simples luta e pode ser considerada por alguns um estilo de vida.

  1. Etnias

A China possui mais de 55 minorias étnicas (cuja aparência se difere muito), sendo a etnia Han a maioria no país.

  1. “Reino do Meio”

Em mandarim, é exatamente essa a tradução do nome do país e evidencia a visão milenar de que a China era considerada o centro do mundo (um eurocentrismo chinês, digamos assim).

  1. Importância da família

Pode-se dizer que todos os chineses dão um grande valor e importância para sua família, principalmente se tratando de seus parentes mais idosos. Cuidar dos pais até o final de suas vidas é o que se espera de todos os jovens chineses.

  1. Chá

O chá é a bebida nacional do país e tem propriedades não só medicinais como sociais também. Receber um visitante com uma xícara de chá é comum na China e os chineses costumam beber chá diariamente.

 

  1. Água morna

Isso mesmo! Na China é comum beber água morna, em vez de água gelada. A medicina tradicional chinesa defende que a água morna não altera o Chi do corpo (o “fluxo de energia”) e, por isso, seria melhor para a saúde e também para digestão.

  1. Tradições

Os chineses conseguiram manter muito de suas antigas tradições vivas e cultivadas pelos jovens, que cultivam com prazer tradições como a dança do leão, a dança do dragão e o aprendizado de instrumentos musicais da época imperial. A história do país é muito valorizada pelo governo chinês e também pela população.

 

Por Mariana Madrigali

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *